Qual cor de esmalte você mais usa?


Quem me conhece sabe que gosto de todo tipo de cor e com esmaltes não podia ser diferente. Eu acredito que a vida é colorida, tudo o que tem vida tem cor e tudo que tem cor tem vida! HAUHAUHSASHUAHSAUSHASH Então, acho cor muito maneeeeeiro!

Essa montagem aqui embaixo eu que fiz reunindo algumas fotos com cores de esmalte que uso e amo! Tem mais fotos das minhas unhas (adesivos que uso e nail arts que faço) aqui nesse outro post para quem quiser ver.

Tenho uma coleção de esmaltes (fiz esse post aqui sobre isso) Digo "coleção", entre aspas, porque não é uma big coleção, olha ela aqui:
É que o tempo vai passando e eu vou acumulando, de tempos em tempos eu paro, olho a caixinha e jogo fora todos aqueles que não uso mais e que por vezes estão vencidos.
Vocês fazem isso também? Me conteeem!!!

E pensando em tudo isso resolvi fazer esse post para saber qual cor de esmalte que outras meninas mais usam e o porquê de elas escolherem tais cores. Tem gente que escolhe a cor pelo humor, tem gente que escolhe a cor de acordo com o ambiente em que trabalha, tem gente que escolhe a cor que mais ama e a usa quase sempre e eu fiquei muito curiosa em saber qual ou quais cores são as preferidas por todas.

Em resposta a uma enquete 9 meninas falaram que preferem o VERMELHO, 4 preferem a cor RENDA (o famoso branquinho básico hehe), 1 prefere o BRANCO e 1 o ROSA.

Minha amiga Leticia Nascimento disse que costuma usar uma cor a cada semana, é tipo esmalte da semana rs: "Cada semana eu penso em ocasiões que posso estar e qual cor se adequa, quando quero chamar atenção coloco um vermelho, violeta, glitter, e quando quero ficar arrumada sem chamar atenção uso um nude.".

Já a Caroline Rodrigues disse que usa sempre cores claras, porque acha que as cores escuras "diminuem" as suas unhas. É incrível como as cores influenciam nos tamanhos das coisas que vemos né, é como se fosse o pretinho básico muito usado pra dar aquela impressão de estar mais magra hehe.

A Larissa Danielle disse que não segue um padrão não e que a sua escolhe só depende do que a agrada no momento "é sempre uma que eu olho e penso, esse vai secar rápido e sei lá, gostei dele hoje".

Já a Bianca Egea prefere o vermelho porque é uma de suas cores favoritas!

Eu também não tenho muito padrão não, eu escolho aquela que vem na minha cabeça e vou que vou e eu percebi que a preferência das meninas ainda continua sendo o vermelho, o tão querido de tantos tempos, interessante né?

Gente, eu amei fazer esse post, porque envolveu a ajuda de muitas meninas e eu acho muito gostoso expandir as coisas para outras pessoas, afinal, eu não faço tudo isso aqui só para mim né s2

Um BIG obrigada!

Beijocas e Paçocas :*

Sobre aquele medo em ser exposta...


Ok, mesmo escrevendo aqui, estou morrendo de medo, confesso. Pode parecer bobo, mas todos tem algum medo não é? E eu tenho esse, o medo de me expor, o medo de "souberem o que há por trás dessa cara lavada" HASUAHUASHUH. Tenho muito medo disso e ao mesmo tempo tenho muita vontade de dizer o que penso e o que sou realmente. Os mais íntimos nem percebem isso, claro. Porque para eles a fase do conhecer já passou, então, fica mais fácil pra mim.

Creio que o que importa é isso mesmo, botar a cara mesmo que dê medo! E como é difícil. Eu sei.

É difícil aceitar que outras pessoas podem não gostar do que falei, do que pensei. É difícil aceitar que podem não me aceitar. Mais difícil ainda é se esconder sempre, viver num mundo que é só seu. E muito mais chato, não é?

Muita gente tem esse medo, mas não admite. Ou pode até o ter e não ter consciência. É normal. Isso exige uma certa dose de auto-conhecimento. Tomar essa dose não é algo fácil, mas é necessário quando percebemos que há algo de errado, dentro de nós mesmos.

O medo da exposição eu vejo como o "algo de errado" porque pra mim aquilo que me impede de alcançar os meus sonhos e o sucesso é sim algo de errado. E no meu caso é esse medo da exposição. E minha gente, pra quebrar esse medo só fazendo mesmo.
Fonte da imagem


Tenho esse blog há uns 6 anos, ele ficou um pouco abandonado, pois comecei a fazer cursos e não conseguia me dedicar, deixei de lado. E na época do começo a exposição não era tremenda como é hoje. Antigamente nem nossos pais tinham acesso a internet. Só nós mesmos, ou nem mesmo nós. E agora não só os pais, como os tios, os amigos, os vizinhos e muita gente que nunca vimos tem acesso, lê e chega a comentar o que achou do que você escreveu. E aí que é facil né, escrever quando não tem tanta gente lendo, quando não tem tanta gente acompanhando. O desafio é outro aqui. E é ele que eu quero enfrentar. O de escrever para o mundo.

Desafiar o medo é desafiar a mim mesmo e todos podem fazer isso, basta querer.

Quando é que vou fazer sucesso?


Olá meus amores tudo bem? E nesses meus milhões de pensamentos um deles que me ronda é "quando o sucesso em minha vida vai chegar"? Olha, eu sempre fui a louca da faculdade ok? Sempre sonhei em estar lá linda e maravilhosa arrasando nos estudos, tirando notas maravilhosas e sendo feliz estudando HUASHSUSHA. E claro, arrasar na minha profissão. E na realidade não foi bem assim... A vida veio e me ensinou que o tão esperado sucesso depende de muito esforço, dedicação e até, muitas vezes, um mal estar, por estar na parte difícil da caminhada sabe.

Eu não sabia lidar com essas coisas até me deparar com elas, são situações e fases que vieram para eu amadurecer, para eu ver a vida como ela é, sem deixar meus sonhos e planos para trás, mas sonhando de uma forma mais "real" se é que posso dizer. Eu sempre achei que sonhar de uma maneira real fosse ruim, sempre fui muito idealizadora, calma, ainda sou, mas aprendi que ser um pouco realista é até melhor. Aprendi que os sacrifícios é que fazem aquele sonho tãaaaaaaaaaaao grande ser tão gostoso quando conquistamos. Sério, tem alguma graça ter sucesso, ficar rico, ter tudo o que a gente quer assim do nada, acordar e ter tudo em nossas mãos? No começo até que pode ter um pouquinho de graça, mas logo menos essa graça vai embora. E sabe por que? É porque para ter graça de verdade a gente tem que olhar para trás e pensar "nossa eu lutei tanto e agora só estou recebendo" é o famoso "valeu a pena, ê, ê".
Fonte da Imagem
Para quem é adolescente, conselho: sonhe. Para quem é adulto, conselho "sonhe e corra atrás". Para quem é mais velho ainda "sonhe, corra atrás, desfrute do sonho e sonhe de novo". Em resumo, sonhem minha gente! Corram atrás do que querem. O caminhar nem sempre é tão agradável assim, mas a conquista fará valer! Vão por mim s2

Desculpa aí, eu só estou um pouco perdida sabe...


Desculpa aí eu só estou um pouco perdida sabe. Sei que você não tem culpa e nem eu mesma tenho, são coisas da vida e um dia isso será passado. Eu acredito. É que como diz o clichê "para nos encontrar é preciso nos perder primeiro". Claro que eu queria me encontrar sem me perder, mas comigo foi essa frase que veio a calhar. Eu me perdi, me perdi de mim mesma. Fiquei sem saber de onde vim  e nem para onde ia. O que eu quero eu sempre soube, ser feliz, amar, ter amigos, pessoas verdadeiras ao meu redor. O que acontece é que tudo isso se perdeu em meio a minha própria confusão.

As vezes você me vê cabisbaixa ou coisa assim e não entende o porquê. É que é tarefa difícil viver quando o que mais se tem na mente e no coração é o caos. É difícil sorrir quando o coração pede para que os olhos lacrimejem. É difícil manter a calma quando a mente não está em paz. E claro, eu sou assim, transparente, sincera, verdadeira e todos os outros adjetivos que se encaixam na arte do "transparecer o que se é por dentro num simples olhar ou até numa falta dele".

Hoje eu acordei e relembrei de todo o trajeto que para mim denominei como um trajeto de volta. Volta ao que eu sou de verdade, volta ao que faz sentido para mim e cara, como é gostoso ver que aos poucos este momento está chegando e que olhar para trás só me fará sorrir. Sim, vou sorrir por olhar esse caminho imenso de dores, mas que resulta numa verdadeira felicidade, num verdadeiro sentido de viver.  

Por vezes me senti culpada por ter um caos dentro de mim, é que eu não via nada de positivo nele até vê-lo ficando para trás. Tem aquela máxima que diz que "é preciso dar o tempo ao tempo para que as coisas façam sentido" e é realmente isso que dá sentido a crise, dar tempo ao tempo. E não digo ficar parada, sentada no sofá esperando a bendita da crise ir embora, digo de dar tempo ao  tempo utilizando-se dele para se resolver. E foi mais ou menos assim que fiz e só assim que a culpa resolveu ir embora: me resolvendo.

Desculpa aí eu só estou um pouco perdida sabe, ou melhor, eu já estou me encontrando.
Fonte da imagem

Calma, está tudo bem se você não está bem


Nossa, eu acho tão bobo e ao mesmo tempo tão egoísta essa ideia de que o outro não pode estar triste, irritado ou qualquer coisa assim. Isso é de um egoísmo sem tamanho, porque para pra pensar: sua vida é perfeita? Você é tão incrível que passou por inúmeras coisas e não se abateu né... A sua vida é tão perfeita assim que só falta colocá-la num quadro e pendurá-lo na parede para todos admirarem? Eu duvido que seja! Eu sei que muitas vezes você quis chorar quando te disseram que era pra sorrir e quis desabafar quando muitas vezes não te deram ouvidos suficientes pra tanta bagagem.
Fonte da imagem
Então me diz por que você precisa exigir que uma pessoa esteja com um sorriso na cara quando por dentro o que ela mais sente é dor? Por que em vez disso você não se veste de coragem, se preenche de empatia, vai lá e pergunta "Está tudo bem?" ou até mesmo vai lá e diz "Se precisar de qualquer coisa estou aqui".

O problema de muita gente é que elas acham que para ajudar é preciso impor a sua maneira de enxergar a vida e que caso a pessoa não agarre essa visão ela é errada ou doida como dizem. As vezes a pessoa só precisa falar e você só precisa ouvir, é tão simples.

E olha, agora eu tenho dois recadinhos aqui. Um é para quem se sente mal por estar mal e  outro é para o ser que não aceita e nem se comove com quem está mal. Para o primeiro caso eu digo: pode parar! Sei que já está mal, então não precisa ficar pior por se sentir culpado por isso. Você só não pode se acomodar, deve e pode buscar ajuda para achar as causas/raízes dessa tristeza e tratá-las assim como se tratam os machucados. E agora para o segundo caso eu digo: se não sabe como ajudar silencie; se não sabe como ajudar, mas quer ajudar pergunte como, se informe e ajude; e se não quiser ajudar torça para que nunca tenha dias ruins, porque quando tiver se lembrará e entenderá porque aquela pessoa não conseguia sorrir e que talvez a sua ajuda fosse aquilo que ela mais precisasse no momento.


 
Image Map