Desculpa aí, eu só estou um pouco perdida sabe...


Desculpa aí eu só estou um pouco perdida sabe. Sei que você não tem culpa e nem eu mesma tenho, são coisas da vida e um dia isso será passado. Eu acredito. É que como diz o clichê "para nos encontrar é preciso nos perder primeiro". Claro que eu queria me encontrar sem me perder, mas comigo foi essa frase que veio a calhar. Eu me perdi, me perdi de mim mesma. Fiquei sem saber de onde vim  e nem para onde ia. O que eu quero eu sempre soube, ser feliz, amar, ter amigos, pessoas verdadeiras ao meu redor. O que acontece é que tudo isso se perdeu em meio a minha própria confusão.

As vezes você me vê cabisbaixa ou coisa assim e não entende o porquê. É que é tarefa difícil viver quando o que mais se tem na mente e no coração é o caos. É difícil sorrir quando o coração pede para que os olhos lacrimejem. É difícil manter a calma quando a mente não está em paz. E claro, eu sou assim, transparente, sincera, verdadeira e todos os outros adjetivos que se encaixam na arte do "transparecer o que se é por dentro num simples olhar ou até numa falta dele".

Hoje eu acordei e relembrei de todo o trajeto que para mim denominei como um trajeto de volta. Volta ao que eu sou de verdade, volta ao que faz sentido para mim e cara, como é gostoso ver que aos poucos este momento está chegando e que olhar para trás só me fará sorrir. Sim, vou sorrir por olhar esse caminho imenso de dores, mas que resulta numa verdadeira felicidade, num verdadeiro sentido de viver.  

Por vezes me senti culpada por ter um caos dentro de mim, é que eu não via nada de positivo nele até vê-lo ficando para trás. Tem aquela máxima que diz que "é preciso dar o tempo ao tempo para que as coisas façam sentido" e é realmente isso que dá sentido a crise, dar tempo ao tempo. E não digo ficar parada, sentada no sofá esperando a bendita da crise ir embora, digo de dar tempo ao  tempo utilizando-se dele para se resolver. E foi mais ou menos assim que fiz e só assim que a culpa resolveu ir embora: me resolvendo.

Desculpa aí eu só estou um pouco perdida sabe, ou melhor, eu já estou me encontrando.
Fonte da imagem

Calma, está tudo bem se você não está bem


Nossa, eu acho tão bobo e ao mesmo tempo tão egoísta essa ideia de que o outro não pode estar triste, irritado ou qualquer coisa assim. Isso é de um egoísmo sem tamanho, porque para pra pensar: sua vida é perfeita? Você é tão incrível que passou por inúmeras coisas e não se abateu né... A sua vida é tão perfeita assim que só falta colocá-la num quadro e pendurá-lo na parede para todos admirarem? Eu duvido que seja! Eu sei que muitas vezes você quis chorar quando te disseram que era pra sorrir e quis desabafar quando muitas vezes não te deram ouvidos suficientes pra tanta bagagem.
Fonte da imagem
Então me diz por que você precisa exigir que uma pessoa esteja com um sorriso na cara quando por dentro o que ela mais sente é dor? Por que em vez disso você não se veste de coragem, se preenche de empatia, vai lá e pergunta "Está tudo bem?" ou até mesmo vai lá e diz "Se precisar de qualquer coisa estou aqui".

O problema de muita gente é que elas acham que para ajudar é preciso impor a sua maneira de enxergar a vida e que caso a pessoa não agarre essa visão ela é errada ou doida como dizem. As vezes a pessoa só precisa falar e você só precisa ouvir, é tão simples.

E olha, agora eu tenho dois recadinhos aqui. Um é para quem se sente mal por estar mal e  outro é para o ser que não aceita e nem se comove com quem está mal. Para o primeiro caso eu digo: pode parar! Sei que já está mal, então não precisa ficar pior por se sentir culpado por isso. Você só não pode se acomodar, deve e pode buscar ajuda para achar as causas/raízes dessa tristeza e tratá-las assim como se tratam os machucados. E agora para o segundo caso eu digo: se não sabe como ajudar silencie; se não sabe como ajudar, mas quer ajudar pergunte como, se informe e ajude; e se não quiser ajudar torça para que nunca tenha dias ruins, porque quando tiver se lembrará e entenderá porque aquela pessoa não conseguia sorrir e que talvez a sua ajuda fosse aquilo que ela mais precisasse no momento.

5 coisas que faço para relaxar a mente


Fonte da imagem
Quem trabalha usando a mente sabe como ninguém que é difícil fazê-la descansar. Seja escrevendo, lendo, criando uma tese, um artigo, assistindo ou, claro, pensando, estamos sempre usando a nossa mente. E a coitada fica cansada não é mesmo? É como trabalhar com o corpo, se passo o dia inteiro usando-o, no final do dia o cansaço toma conta, aí ler e escrever pode ajudar a relaxá-lo. Mas o caso aqui é para quem, como eu, passa dias, horas, todos minutos da vida usando a mente. Isso acontece comigo porque amo escrever, ter ideias e tudo mais.

Estive pensando na quantidade de tempo que dedico usando a mente e de que é preciso equilibrar esse tempo com outras atividades que usem as outras partes do corpo. Com isso pensei em 5 coisas acessíveis para descansar a minha mente e isso não inclui ler ou assistir tv, porque essas coisas também não deixam a mente descansar, na verdade, elas a agitam ainda mais.

Parar
Isso mesmo, parar. Olhar para o nada ou até mesmo fechar os olhos. Pensar em nada. Pensar no vazio. Focar a atenção em um pensamento/palavra que remeta ao "não pensar em nada", exemplo: "silêncio", "calma", "paz" e repetí-lo na mente várias vezes, até perceber  que já não está pensando. Isso é ótimo para relaxar a mente e ajuda a aumentar o poder de concentração. Estou descobrindo isso aos poucos, é muito bom.

Andar na rua
Levanta dessa cadeira, vai até a rua, anda, dá uma volta no quarteirão e retorne a sua casa/trabalho. Você vai voltar mais relaxado, diferente. A mente vai descansar e consequentemente você vai se sentir mais disposto.

Observar um lugar
Vá para um lugar, de preferência que tenha árvores e fique lá, olhando as árvores, os pássaros, mas olhando de verdade. Aqui não vale ficar olhando e pensando em várias outras coisas, focar a atenção no momento mesmo.

Dançar ou fazer qualquer exercício que você goste
Movimentar o corpo é uma maravilha para quem quer deixar a mente um pouco "quietinha". Isso simplesmente desvia o foco do pensar para o agir e esse é o segredo para quem está com a mente cansada de tanto pensar.

Tomar banho
É tão simples e tão revigorante ao mesmo tempo! 

Essas dicas são bem simples e parecem até banais, mas me ajudam muito e espero que ajude vocês!
Beijocas e Paçocas :*

Essa foi uma postagem feita com todo o amor do mundo para o blog Parceiro e Amigo CURA

O que eu achei do Batom MaxLove Glamour 19 ?


Olá gentcheeeeeeee, tudo bom?
Hoje trago pra vocês a resenha de um batom que ganhei, ele é da Max Love, a cor é um Roxo mais aberto, é o Glamour 19.

Esse aqui:


O que eu achei? Gostei de algumas coisas e de outras não, e vou listar agora todas elas.

Pontos Positivos
Cheiro - Sério, não conheço batom líquido mais cheiroso que esse. Tem um cheirinho de fruta e como ele é roxo ele tem cheiro de uva, eu amei! Achei uma delícia logo que abri.
Cor - A cor é linda e me lembrou o FruFru da Dailus, mas é mais na embalagem mesmo e já conto o porquê.

Pontos Negativos
Fixação - Ele simplesmente não fixa nos lábios, é só limpar uma vez a boca com um guardanapo que o batom sai todo nele, poxa :/
Pigmentação - Como disse ali em cima a cor é linda, mas não é pigmentado, em outras palavras, não é uma cor que fica "forte" nos lábios, precisa passar mais de duas camadas pra ela aparecer um pouco.

Em resumo, como eu gosto muito de batom forte e que fixa bem, infelizmente esse não vai entrar para a minha lista de favoritos, mas já é um toque para a marca (quem sabe) pensar no caso e melhorar o produto.

Alguém aqui já usou desse batom ou dessa marca?

Me contem *---*

Beijocas e Paçocas :*

Se ele não te faz bem dê prioridade a você


É com esse título maraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa que começo esse texto. Falando de prioridade, falando do que vem primeiro, falando daquilo que é mais importante: você mesma! E falo exatamente das mulheres, porque são elas que infelizmente por sua doçura e inocência caem na cilada de pessoas que as fazem sofrer. Claro, não são só mulheres que passam por isso, há casos contrários, confesso. Mas agora eu quero falar é delas, é de vocês, mulheres.

Levanta daí, vai tomar um banho, lava esse rosto. Até suas lágrimas já estão cansadas de tanto cair. Você merece é mostrar esses dentes. Abrir aquele sorriso, gargalhar. Pode ser que não esteja conseguindo agora, mas me promete que logo menos vai conseguir? Obrigada, me sinto aliviada. Você precisa relembrar quem é você mesma, qual é a sua essência, de onde você veio e para onde quer ir. De onde saiu, aonde está e se está feliz, ou não.

Por favor, se estiver triste, e ainda mais, se o motivo de sua tristeza for alguém do sexo oposto ao seu, acorda! Vem comigo, posso te ajudar, mas você precisa se ajudar primeiro. Levanta, toma seu banho e uma boa dose de si mesma. Se esvazie, mas não passe a vida se esvaziando. Uma hora se esvaziar cansa. Agora se preenche, faz as coisas que sempre sonhou fazer, vai atrás do que tu quer  e que certo alguém te fez acreditar que não era possível. Bobagem, vai atrás, corre, luta e vence. E me conta como foi?

Não te quero mais ver chorar. Não te quero ver a mercê de alguém. Não quero ver você triste. Quero relembrar como era bom ouvir você gargalhando. Vai, está esperando o que? Eu espero que esteja esperando só chegar no final desse texto para agir. Obrigada por ler até aqui, agora preciso que faça a sua parte pra eu ficar feliz. Obrigada mesmo.
Fonte da imagem



 
Image Map